Skip to main content

Como o biofilme evolui para problemas de gengiva

O biofilme é uma camada fina e viscosa de bactérias que se adere às superfícies da boca, como língua, gengivas e dentes. Todos nós temos biofilme, mesmo aqueles mais ávidos na escovação, uso do fio dental e enxágue, pois a película se adere a praticamente qualquer superfície que fique úmida  (acontece na natureza também: em pedras escorregadias ou no casco liso de um barco). 

Ao escovar os dentes, passar fio dental e enxaguar a boca regularmente, você pode minimizar o acúmulo do biofilme. Entretanto, se esse hábito não for frequente, o biofilme pode se formar e amadurecer podendo ser visualizada a olho nu (normalmente tem uma cor amarelo- pálido). 

O biofilme mais espesso pode irritar as gengivas e estimular a resposta inflamatória do corpo. Isso fará com que as gengivas se tornem vermelhas e inchadas, ao invés de seu estado normal e saudável, que é firme e cor-de-rosa pálido. Se a gengivite (estágio inicial dos problemas de gengiva que é totalmente reversível quando se age com rapidez) não for tratada , pode progredir para uma doença mais séria, chamada periodontite, que  destrói o osso.