Skip to main content

5 coisas que você deve saber sobre problemas de gengiva

O que é gengivite?

É um estágio inicial da inflamação das gengivas comum no mundo todo. A Organização Mundial da Saúde estima que um em cada quatro adultos tem ou venha a ter algum tipo de infecção bacteriana, com 15% a 20% deles  Que podem progredir para gengivite severa.

Quais são os sintomas da gengivite?

Não é fácil reconhecer os sintomas da inflamação das gengivas. De acordo com associações dentárias profissionais, apenas 10% dos adultos que têm doenças de gengiva estão cientes disso. Porém, se suas gengivas incham e ficam vermelhas, sangram facilmente quando escova os dentes ou passa fio dental, você pode ter gengivite. Por não haver dor associada à gengivite, os sintomas podem ser ignorados.

O que causa gengivite?

As causas mais comuns são falta de cuidados na higienização ou técnica inadequada. Caso você não escove, nem passe fio dental ou enxágue os dentes diariamente, as bactérias restantes se desenvolvem e formam uma grossa película, conhecida como placa bacteriana, que pode levar ao tártaro e danificar os dentes com o tempo.

É possível prevenir a gengivite?

Ter hábitos diários de higiene bucal, incluindo escovar e enxaguar duas vezes ao dia, além de passar fio dental diariamente, pode evitar a evolução dos estágios iniciais dos problemas de gengiva, conhecidos como gengivite. Agendar checkups regulares ao dentista, a cada seis meses, também é fundamental para manter sua boca saudável e limpa, pois o tártaro é algo que apenas os profissionais podem remover.

Como se trata a gengivite?

O fundamental no tratamento da gengivite é não ignorar os sintomas, que podem parecer inofensivos, como um pouco de sangue na pia quando cuspir após  a escovação ou  uso do fio dental  caso as gengivas estejam irritadas,  vermelhas e/ou inchadas. Caso esses sintomas apareçam, agende uma consulta com seu dentista, para identificar a causa e tratar os dentes e as gengivas. Ele pode recomendar um melhor cuidado diário com seus dentes em casa, incluindo acrescentar um antisséptico bucal à sua rotina diária de higiene bucal. Se essa camada de bactérias tiverem se formado ao redor dos dentes e gengivas inicialmente , uma limpeza rigorosa realizada pelo seu dentista ou periodontista (especialista de doenças de gengiva) pode ser a solução. A boa notícia é que se pode prevenir esse estágio inicial. Entretanto, se não tratada ou ignorada, a gengivite pode evoluir para um estágio avançado (periodontite), que é a causa número um da perda de dentes entre os adultos.